XII Conlab Congresso Luso-Afro-Brasileiro

Newsletter

introduza o seu email e subscreva a nossa newsletter

MR02 - Incertezas, vidas cotidianas e inovação social

Resumo MR02: A reconfiguração do sistema financeiro mundial tendo como marco 2008, trouxe rupturas ao andamento de políticas públicas voltadas aos direitos de cidadania. Passados seis anos, pronuncia-se um aumento das desigualdades sociais e econômicas e os dilemas individuais e familiares em relação ao futuro. Diante das incertezas, redes sociais e iniciativas locais organizam-se em suas vidas cotidianas novas formas de economia familiar, ocupações criativas, startups, como respostas inovadoras de mobilização coletiva na produção econômica, formal ou informal. Estas “autorias sociais” ganham relevância política e passam a pressionar, no âmbito da inovação social e tecnológica, respostas do poder público às novas demandas. 

Certificado

Coordenadora: 
Maria da Penha Vasconcellos 
FSP- USP, São Paulo, Brasil
mpvascon@usp.br

Participantes:

Gonçalo Alves de Sousa Santinha 
Universidade de Aveiro, Portugal
g.santinha@ua.pt

Título da comunicação: Processos de governança em saúde: perceber o contexto e as causas para inovar

Resumo: A crise socioeconômica que os países enfrentam tem conduzido um conjunto de reformas nas administrações públicas e no modelo de organização mais eficiente na prestação de serviços públicos. As respostas incidem na diversificação dos serviços, na atribuição de maior poder às comunidades locais e no estímulo da ação cívica. O debate em Portugal sobre a reorganização do Estado nas suas diversas áreas setoriais tem, nos últimos anos, sido intenso. Promover uma participação mais ativa das comunidades locais deve pressupor um conhecimento prévio profundo e uma discussão alargada sobre o contexto e os agentes que norteiam os processos de tomada de decisão.


Marlene Amorim 
Universidade de Aveiro, Portugal
mamorim@ua.pt

Título da comunicação: Inovação Social: características e desafios dos novos modelos de organização colaborativa

Resumo: A Inovação Social envolve a colaboração entre diferentes atores (e.g. empresas privadas, organizações sociais, cidadãos) no desenho de respostas sustentáveis para os atuais desafios societais (e.g. envelhecimento da população, transição dos jovens para a vida profissional, mobilidade dos cidadãos, consumos energéticos…). A implementação destas novas formas organizacionais exige o desenvolvimento de conhecimento novo para informar estratégias de promoção da inovação e de modelos de colaboração. Neste contexto importa: i) caracterizar as iniciativas de inovação social emergentes, e debatê-las à luz das tipologias tradicionais de inovação; ii) identificar os desafios específicos que se colocam à gestão de processos de inovação social.


Carlos José de Oliveira e Silva Rodrigues
Universidade de Aveiro, Portugal
cjose@ua.pt

Título da comunicação: Inovação social na estratégia Europa 2020: ritos e mitos

Resumo: O termo ‘inovação social’ surge apenas uma vez no documento que lançou a Estratégia Europa 2020, incluído no combate à pobreza e associado aos cidadãos ‘mais vulneráveis’, comunidades ‘carenciadas’ e migrantes. Desenvolvida num contexto de crise, a estratégia reconhece a tensão entre necessidades sociais e a escassez de recursos financeiros públicos, a inovação social assume particular importância nesse contexto, contribuindo para compensar a crescente ausência do Estado na mitigação dos problemas sociais. Em torno desta ‘substituição’ institucional surge o ponto de partida para o debate, entre os objetivos de crescimento inteligente, sustentável e inclusivo e no discurso que associa a inovação social ao ‘empowerment’ das comunidades.

Ficheiros Anexos

Certificado MR 02
PDF | 1.11 MBytes
Voltar Imprimir O seu email não é valido
Organização
Secretariado
Transportadora Oficial
Patrocínios
2014 © Leading Todos os direitos reservados
Última actualização 2017-01-27